Saúde diz que fornecedora estuda 'estender validade' de testes RT-PCR 

Saúde diz que fornecedora estuda estender validade de testes RT-PCR 
Foto: Adriano Machado/Crusoé

O Ministério da Saúde afirmou há pouco que a empresa Seegene, fornecedora de testes de Covid-19 para o governo, deve entregar esta semana estudos para estender a validade dos 6,8 milhões de RT-PCR que a pasta tem em estoque.

“Esses estudos serão analisados pela Anvisa, que é a agência que concede o registro de utilização do produto. Uma vez concedido esse parecer técnico, o Ministério da Saúde elaborará uma nota informativa quanto à extensão da validade e segurança da utilização dos testes.”

Em nota, a pasta ainda disse que, diante do ineditismo, “não mediu esforços para garantir testes diagnósticos para Covid-19 à população”. Mas, segundo o ministérios, os testes são repassados de acordo com as demandas dos estados.

“Cabe ressaltar que os testes RT-qPCR são distribuídos de acordo com as demandas dos estados e que o Ministério se mantém à disposição dos entes para dar suporte às ações de monitoramento, diagnóstico, tratamento e acompanhamentos dos casos, além de incentivar as ações de prevenção e assistência precoce nos serviços de saúde do SUS.”

E concluiu:

“É importante esclarecer ainda que o RT-qPCR não é a única forma de diagnóstico da doença. A análise clínica e o tratamento precoce são as estratégias que mais contribuem para impedir a evolução e possíveis complicações decorrentes da Covid-19, sendo complementares aos testes de diagnóstico.”

Mais lidas
  1. PDT acusa Bolsonaro de peculato por compra de leite condensado

  2. O bolsonarista Eduardo Cunha

  3. Sobra leite condensado, falta transparência do governo

  4. Justiça Federal suspende distribuição da vacina de Oxford em Manaus

  5. O Pazuello da Economia

Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 44 comentários
TOPO