ACESSE

Saúde muda orientação de 'fique em casa' para 'em caso de sintomas, procure um médico'

Telegram

O secretário executivo do Ministério da Saúde, Élcio Franco, afirmou há pouco que a pasta não adota mais a orientação do “fique em casa”.

Segundo Franco, a nova diretriz da Saúde orienta a população a procurar um médico se começar a sentir sintomas da Covid-19.

“O Ministério da Saúde adotou uma nova orientação para o atendimento dos casos de Covid, mudando sua estratégia do ‘fique em casa’ para o ‘em caso de sintomas, procure um médico’. Assim que sentirem os sintomas, os pacientes devem buscar esse atendimento, mesmo que sejam sintomas leves, porque nós aprendemos ao longo da pandemia que, ao aguardar em casa, os pacientes chegam aos hospitais em condições clínicas mais agravadas. E que alguns casos dificultam a reversão de seu estado clínico. Ele evolui para a UTI muito rapidamente.”

O tratamento precoce, diz o secretário, “tem uma resposta mais assertiva, diminuindo a necessidade de uso de respiradores pulmonares. A nova diretriz, assim, busca adequar o atendimento às melhores evidências e evitar mortes relacionadas à doença”.

A pasta também alterou a orientação para os profissionais de saúde, com tratamento e monitoramento dos pacientes desde o primeiro atendimento no sistema de saúde.

“Foram feitas propostas de manejo clínico, orientações nesse sentido, com a homologação de leitos de cuidados intermediários, ventilação não invasiva, iniciando no tratamento precoce também a oxigenoterapia. Nós lembramos que o médico é soberano no diagnóstico e tem a competência para propor o tratamento mais adequado.”

Leia mais: Gabinete do ódio atacou Sergio Moro e a Crusoé. Clique e leia mais

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 43 comentários