Saúde reedita portaria sobre aborto

Eduardo Pazuello reeditou a portaria sobre o aborto legal.

Ele manteve a norma segundo a qual os médicos devem informar a polícia sobre as vítimas do estupro.

O Ministério da Saúde só excluiu o artigo que obrigava a equipe médica a oferecer às mulheres violentadas a possibilidade de ver o embrião com um exame de ultrassom.

Leia mais: Esta é a leitura obrigatória para você entender, em primeira mão, o que vai acontecer daqui até a sucessão presidencial
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 19 comentários
TOPO