Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

“Se a facada tivesse sido fatal, Brasil teria Haddad ou Ciro como presidente”, diz Bolsonaro

“Se a facada tivesse sido fatal, Brasil teria Haddad ou Ciro como presidente”, diz Bolsonaro
Foto: Marcos Corrêa/PR

O presidente Jair Bolsonaro publicou uma mensagem hoje nas redes sociais voltando a defender o fim de medidas de isolamento social e alegando que “se a facada tivesse sido fatal, hoje você teria como Presidente Haddad ou Ciro.”

Bolsonaro foi alvo de uma facada em 6 de setembro de 2018, no auge da campanha à Presidência da República. Nos últimos dias, o presidente tem defendido a reabertura do caso Adélio.

“Nos momentos difíceis deve-se unir forças, nunca ofender exatamente aquele que pode ser decisivo nesse salvamento. Se a facada tivesse sido fatal, hoje você teria como Presidente Haddad ou Ciro. Sua liberdade, certamente, não mais existiria”, disse o presidente.

Ele ainda complementou. “Não desagregue, some, acredite… Convença aqueles que estão ao seu lado a defender a Constituição, em especial seu art. 5°, a nossa Bandeira verde e amarela.  Hoje você está tendo uma amostra do que é o comunismo e quem são os protótipos de ditadores, aqueles que decretam proibição de cultos, toque de recolher, expropriação de imóveis, restrições a deslocamentos, etc…”

E Bolsonaro finalizou: “Cada vez mais a população está ficando sem emprego, renda e meios de sobrevivência… o caos bate na porta dos brasileiros. Pergunte o que cada um de nós poderá fazer pelo Brasil e sua liberdade e … prepare-se.”

Leia mais: Assine a Crusoé e apoie a o jornalismo independente.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO