ACESSE

"Se algo grave acontecer comigo..."

Telegram

Gilmar Mendes acusou a imprensa de incitar xingamentos contra ele:

“Sei que a responsabilidade é menos dessas pessoas e mais de certa mídia. A mídia foi responsável por esse processo de fascismo que se desenvolveu.”

Na entrevista à Folha de S. Paulo, ele disse:

“Eu já avisei a certos diretores de redação que, se algo grave acontecer comigo, sei quem são os responsáveis.”

Comentários

  • Paulo -

    Isso é uma confissão de que decide sem a devida fundamentação. Quem não deve, não teme.

  • José -

    Ele conhece as leis... é só fazer. Ele não descobriu que o povo tem internet kkkk.

  • Maria -

    Temos um Goebbels tupiniquim? Hummmm...tudo culpa do condenado de São Bernardo e seus "parças", que encheram a bola dos poderosos, para formar a OrCrim e não serem incomodados. " Nhô beiçola", durante o julgamento do Mensalão, criava adjetivos pesados para a Cleptocracia brasileira; dava entrevistas, era aplaudido e posava de pavão, nos aeroportos e restaurantes. Lembro-me de quando, dando seu voto com ar professoral, afirmou que a petebada teria dinheiro roubado para eleições, até 2038! Depois, não sei por que, " nhô", estranhamente, começou a demonstrar que estava revendo seus conceitos. E agora, o "turista-juiz", entre um vôo e outro, estapeia o país, com declarações desconexas, ora dá uma no cravo, outra, na ferradura. Senilidade? Sadismo? Ou é " filho-de-putismo" mesmo???

Ler 202 comentários