Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Se Brasília for uma das sedes da Copa América, partidas serão realizadas sem público

Mas os jogos poderão começar depois das 22h, mesmo com toque de recolher iniciando 0h e terminando 5h
Se Brasília for uma das sedes da Copa América, partidas serão realizadas sem público
Crédito: Reprodução

A Arena Mané Garrincha, cotada para ser uma das sedes da Copa América deste ano, não poderá receber público para assistir aos jogos da competição. E o mesmo vale para os treinamentos. A proibição vem de um decreto do governo distrital editado em março deste ano, com medidas para enfrentar a pandemia de Covid.

Copa América deste ano foi transferida às pressas para o Brasil depois que Argentina e Colômbia, que seriam os países-sede do evento, desistiram por conta da pandemia de Covid.

Apesar da proibição, as partidas poderão começar depois das 22h, mesmo com toque de recolher entre 0h e 5h vigorando atualmente na capital federal e nas cidades administrativas. Essa limitação também é prevista no decreto publicado em março deste ano e alterado em abril.

O texto determina que “os profissionais envolvidos nas competições esportivas que acontecerem após às 22h ficam desobrigados de cumprir o horário estabelecido”, mas os obriga a ir diretamente para seus hotéis “tão logo termine o evento”.

O decreto também proíbe “a venda de bebidas alcoólicas após às 21h em todos os estabelecimentos comerciais autorizados a funcionar, inclusive em operações de delivery, drive-thru e take-out”.

Leia abaixo outras regras que as equipes deverão cumprir:

“Os atletas e demais profissionais deverão respeitar o distanciamento mínimo de 2 metros, exceto para os atletas durante o treinamento e as competições.

Proibição de acesso ao estabelecimento de pessoas com as comorbidades assinaladas no Plano de Contingencia da Secretaria de Estado de Saúde do Distrito Federal, constante do sítio: http://www.saude.df.gov.br/wpconteudo/uploads/2020/02/Plano-deContinge%CC%82nciaV.6..pdf.

Deverá ser realizada aferição da temperatura corporal diariamente de todas as pessoas que ingressarem nos locais de competição e treinamento.

Os atletas e demais profissionais que estiverem com febre ou suspeita de infecção pelo novo coronavírus devem ser afastados.

O uso de máscaras será obrigatório nos vestiários.

O tempo nos vestiários deverá ser minimizado.

Atletas no banco de reservas deverão ocupar os espaços de maneira intercalada e usar máscara.

Somente os atletas em campo e a arbitragem terão permissão para permanecer sem máscaras no tempo das competições.

Somente terão acesso aos locais de competição as equipes de transmissão, jornalismo e demais atividades necessárias para a sua execução, em número reduzido de profissionais identificados dentro da área de competição.”

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....