ACESSE

"Se é ilegal, é lixo”, diz Bretas sobre vazamento de mensagens

Telegram

Em entrevista à BBC Brasil, Marcelo Bretas disse receber frequentemente advogados ou procuradores para conversas individuais em sua sala, na 7ª Vara Federal Criminal do Rio.

O juiz da Lava Jato no Rio contou que advogados até tentam arrancar conselhos seus sobre passos a seguir na defesa de seus clientes –mas “ninguém dá dicas”, ele diz e repete.

“Não tem nenhum tipo de aconselhamento, de direcionamento. Isso não existe.”

Bretas não quis comentar o teor das mensagens entre Sergio Moro e procuradores da força-tarefa de Curitiba, roubadas à Lava Jato.

Na opinião do juiz, as questões da legalidade e da veracidade dos diálogos “ainda não estão superadas”. “Ou é legal ou é ilegal. Se é ilegal, é lixo.”

O Intercept pede ajuda financeira aos leitores. Mas conta com financiamento de um bilionário. Saiba mais

Comentários

  • Edelson -

    Isso é uma coisa. Outra coisa é que as conversas são verdadeiras senhor Bretas!

  • Paulo -

    ESSE E JUIZ, FAZ JUSTIÇA, SEM ACROBACIA JURIDICA, PARABENS BRETAS,PRECISAMOS DE MAIS JUIZES ASSIM, TEMOS UM ELEFANTE DE TOGA LENTO, SEM JUSTIÇA E O POVO MORRENDO POR FALTA DE JUIZ, LEI TEM PESSOAL TEM

  • PEDRO -

    Cabral, Pezão, Cunha e Geddel foram presos "cem" provas......juízes malvados....

Ler 72 comentários