Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

"Se eu dou certo, está errado"

Othon Cesar Ribeiro, filho do cunhado de Geraldo Alckmin, é presidente do consórcio Voa SP, que venceu licitação do governo paulista em 2017, quando o ex-governador ainda estava à frente do estado, para gerir cinco aeroportos de aviação executiva no interior, registra a Folha.

“A concessão é investigada pelo Ministério Público por suspeita de favorecimento do tucano ao sobrinho. Othon nega qualquer vantagem.”

Ele disse ao jornal:

“Deixa eu te falar uma coisa. Eu sou empresário, tenho direito de fazer negócio. Tenho 36 primos-irmãos, como faz? Ninguém pode trabalhar porque, por um azar ou sorte, tem um parentesco político? Se eu dou certo, está errado. Não tive vantagem nenhuma. Pelo contrário, hoje em dia, se tem parentesco com político, você não tem nem linha de crédito com banco.”

Ao se defender, Othon também defendeu novamente o pai, Adhemar, da acusação de ser operador do caixa dois de Alckmin.

“Os caras estão procurando problema, não vão achar, porque o cara [Alckmin] é extremamente sério e a gente também não fez nada de errado. O fato de a gente sair nas notícias é muito triste. Meu pai nunca ganhou um tostão, nunca fez nada errado, e a mídia às vezes faz isso. Não sei se é a concorrência do Geraldo, não sou da política.”

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO