Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

"Se eu errar, não precisa de impeachment, vou embora", diz Bolsonaro

Em discurso nesta segunda-feira, o presidente disse que vai renunciar ao cargo se ficar comprovado que ele "errou"
“Se eu errar, não precisa de impeachment, vou embora”, diz Bolsonaro
Reprodução: Youtube/TV Brasil

Jair Bolsonaro voltou a iludir os brasileiros nesta segunda-feira (2). Dessa vez, prometeu renunciar ao cargo de presidente. Durante assinatura de um acordo para a construção de cisternas, ele disse que, se errar, “vai embora”.

“É uma briga para se manter no poder, para cumprir a missão. Se eu errar, não precisa de impeachment, vou embora“, afirmou Bolsonaro, depois de errar pelo menos 557 mil vezes.

No discurso, o presidente ainda disse que só Deus pode tirá-lo da Presidência.

“Parece que não se pode falar a verdade. É ameaça de processo, até de impeachment. Só Deus me tira daqui. Não errei. Dei o melhor de ‘si’, juntamente com meus ministros. Temos um compromisso.”

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO