Se há rusga, comandante tem que intervir, diz Mourão sobre Ramos e Salles

Se há rusga, comandante tem que intervir, diz Mourão sobre Ramos e Salles
Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

O vice-presidente Hamilton Mourão sinalizou que a disputa entre Ricardo Salles e Luiz Ramos só foi resolvida com a intervenção de Jair Bolsonaro.

“Os ministros são o ‘Estado-Maior’ do presidente. Se está havendo alguma rusga entre membros do ‘Estado-Maior’, o comandante tem que intervir e dizer: gente, vamos baixar a bolinha aí, se acalmar e vamos respeitar-se”, disse Mourão hoje pela manhã, ao chegar ao Palácio do Planalto.

Ricardo Salles havia chamado Ramos de “Maria Fofoca” no Twitter, mas depois pediu desculpas. Conforme publicamos, a retratação só aconteceu porque Ramos ameaçou entregar o cargo e Bolsonaro entrou no circuito para acalmar os ânimos.

Na chegada ao Planalto, Mourão reclamou de a briga entre os dois ministros ter se tornado pública, com declarações dos dois no Twitter.  “Quando for discutir determinados assuntos, tem que discutir intramuros, e não por fora”, disse.

Leia mais: Assine a Crusoé e apoie a o jornalismo independente.
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 23 comentários
TOPO