“Se não acabar com o imposto obrigatório, Temer vai arrumar oposição”

O Antagonista soube que em reunião com Michel Temer nesta semana, representantes da Frente Parlamentar da Agropecuária deixaram claro que vão reagir se o presidente mantiver o imposto sindical obrigatório.

O fim da contribuição foi um dos principais pontos que fizeram a bancada agropecuária — e outras tantas — votar a favor da reforma trabalhista.

“Não aceitamos a mudança, não admitimos. Seria um desrespeito ao Congresso. Se não acabar com o imposto obrigatório, Temer vai arrumar oposição”, disse o deputado Jerônimo Goergen.