Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

“Se não prescrevesse, era demissão”, diz médico, sobre orientações da Prevent

Do outro lado, segundo ele, vários profissionais que acataram as recomendações da empresa eram elogiados e até promovidos
“Se não prescrevesse, era demissão”, diz médico, sobre orientações da Prevent
Foto: Roque de Sá/Agência Senado

O ex-médico da Prevent Senior Walter Correa de Souza Neto (foto) afirmou há pouco à CPI que os profissionais de saúde do plano de saúde não tinham autonomia médica e que houve demissões de pessoas que não atenderam à recomendação de prescrição do chamado kit Covid.

“Não havia autonomia médica. Se não prescrevesse, era demissão. Mas foram poucos casos. Os demais cederam à pressão”, declarou Neto.

Do outro lado, segundo ele, vários profissionais que acataram as recomendações da empresa eram elogiados e até promovidos.

Mais notícias
TOPO