“Se tiver, destrua”

A defesa de Lula está perdida.

Ontem à tarde, os advogados do Brahma soltaram uma nota alegando que Léo Pinheiro foi coagido a mentir.

A nota diz:

“É a palavra dele contra o depoimento de 73 testemunhas, inclusive funcionários da OAS, negando ser Lula o dono do imóvel”.

Na semana que vem, Sergio Moro vai ouvir Agenor Medeiros, executivo da OAS.

O que ele vai fazer?

Vai confirmar o relato de Léo Pinheiro, é claro.

A empreiteira resolveu contar a verdade. A única saída para Lula é obstruir seu julgamento mandando a militância destruir Curitiba antes do interrogatório de 3 de maio.

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

© 2017 - O ANTAGONISTA Todos os direitos reservados