Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

"Se tiver que baixar decreto, será cumprido", diz Bolsonaro

“Se tiver que baixar decreto, será cumprido”, diz Bolsonaro
Reprodução/TV Brasil/YouTube

Jair Bolsonaro continua vociferando contra as medidas de combate à pandemia, principalmente o isolamento social.

O presidente estava exaltado em pronunciamento durante um evento de 5G no Palácio do Planalto.

“Nas ruas, já pede-se decreto [para reabrir comércios], e se eu baixar um decreto, será cumprido. Não será contestado em nenhum tribunal. E o que constaria no corpo desse decreto? Os incisos do artigo 5º da Constituição. O Congresso, tenho certeza que estará do nosso lado.”

O presidente afirmou também ter o apoio da população para a medida, em alusão aos covidários bolsonaristas vistos em 1º de maio.

“Os militares, quando sentam praça, juram dar a vida pela pátria. Os que foram às ruas no dia 1º, tenho certeza, darão sua vida pela liberdade. Ninguém pode ser feliz sem liberdade. Ao contrário do que muitos pensaram, estamos dando exemplo de como defender nossa liberdade de imprensa, por mais que seja opositora ao governo.”

E complementou:

“Queremos a liberdade de cultos, de trabalhar, de ir e vir. E ninguém pode contestar isso. E esse decreto, se eu baixar, será cumprido, juntamente com nosso parlamento.”

Bolsonaro aproveitou ainda para renovar suas críticas à imprensa.

“Por que a imprensa trabalha 24 horas por dia? Fica em casa também.”

Leia mais: Assine a Crusoé e apoie o jornalismo independente.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO