"Secom e Planalto jamais contribuíram com conteúdos antidemocráticos", diz Secom

“Secom e Planalto jamais contribuíram com conteúdos antidemocráticos”, diz Secom
Foto: Adriano Machado/Crusoé

A Secretaria Especial de Comunicação (Secom) afirmou há pouco, em nota, que nunca contribuiu com conteúdos ou destinou recursos para blogs antidemocráticos.

Como revelou o Estadão, o inquérito sobre os atos antidemocráticos. Segundo o jornal, “o que mais causou surpresa foi a descoberta de que informações usadas por uma rede de canais no YouTube saíram de dentro do Palácio do Planalto“.

A Secom disse que a notícia é “pura ilação, sem qualquer prova cabível e comprovação documental”.

“Jamais a Secom ou integrantes do Palácio do Planalto contribuíram com conteúdos antidemocráticos. Não há apoio do governo e nenhum centavo sequer destinado a qualquer blog ou canal digital, diferentemente de outras gestões que patrocinaram com verbas públicas sites e blogs de esquerda.”

A Secom ainda disse que relacionar os conteúdos dos sites bolsonaristas com o Planalto é “mero exercício de ficção, querendo impor a esse governo relações com atos antidemocráticos”.

“O governo Bolsonaro foi eleito pelas urnas com o voto popular. Associar integrantes do governo à produção de conteúdo antidemocrático é no mínimo irresponsável e beligerante. O governo está prestando todos os esclarecimentos às autoridades e confia que a Justiça prevalecerá. Temos convicção que todos os fatos serão esclarecidos em nome da mesma democracia que tanto nos acusam de desrespeitá-la. A verdade vencerá.”

Leia mais: Crusoé é a revista que fiscaliza TODOS os poderes e também mostra os bastidores do jogo político.
Mais notícias
TOPO