Secom paga 2 milhões de anúncios em sites de notícias falsas

Secom paga 2 milhões de anúncios em sites de notícias falsas
(Brasília - DF, 20/05/2019) Apresentação da 2ª Fase da Campanha Publicitária da Nova Previdência. Foto: Marcos Corrêa/PR

Um relatório da CPMI das Fake News identificou 2,065 milhões de anúncios pagos pela Secom e distribuídos pelo Google em sites e canais de YouTube de notícias falsas ou pornográficas.

Segundo o documento obtido por O Globo, foram classificados como sites de notícias falsas os seguintes veículos: “Jornal da Cidade Online”, “Jornal 21 Brasil”, “Terça Livre”, “Folha do Brasil”, “Diário do Centro do Mundo” e “Revista Fórum”.

Diz o relatório:

“O dinheiro da publicidade oficial terminou por ser empregado em diversos canais com conteúdo inadequado, fazendo com que a imagem do Governo Federal fosse veiculada em canais de baixa qualidade e associada a conteúdos falsos, criminosos, de cunho sexual ou referentes a promoção pessoal do Presidente da República.”

Leia também: EXCLUSIVO: MORO ATACA
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 45 comentários
TOPO