Segunda Turma amplia acesso de Lula à delação de Palocci

Segunda Turma amplia acesso de Lula à delação de Palocci
Foto: Adriano Machado/Crusoé

Por 3 votos a 1, a Segunda Turma do STF autorizou hoje a defesa de Lula a ampliar o acesso a partes da delação de Antonio Palocci com menções a seu nome.

Até então, Edson Fachin, relator da Lava Jato, havia permitido o acesso apenas de algumas partes. Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski e Cármen Lúcia votaram pela ampliação.

Eles não permitiram, no entanto, acesso a toda a delação, nem de informações sobre diligências em andamento. De licença médica, Celso de Mello não participou do julgamento.

No início deste mês, a Segunda Turma retirou o termo da delação de Palocci da ação em que Lula é acusado de receber imóvel de R$ 12 milhões da Odebrecht para sediar o Instituto Lula.

Mesmo assim, os advogados do ex-presidente afirmaram que queriam acesso maior ao conteúdo da colaboração em razão do direito à ampla defesa.

Leia mais: CENSURA À IMPRENSA: O EXEMPLO QUE VEM DO SUPREMO
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 40 comentários
TOPO