Segunda Turma fez "gol de mão, em impedimento e após o tempo regulamentar"

Antes da decisão vergonhosa de ontem, a Segunda Turma havia negado por unanimidade a retiradas das delações da Odebrecht dos processos de Lula que correm em Curitiba.

Sobre a estranha mudança, outro observador da cena jurídica disse o seguinte ao Painel:

“Gol de mão, em impedimento e após o tempo regulamentar”.

Comentários

  • Claudio -

    Não haverá revolução sem sangue !!! A quadrilha não entregará o poder tão facilmente ... Estes vigaristas só sairão da zona de conforto se a sociedade exigir a mudança. Caso contrário, estamos condenados a sermos estrupados juridicamente a cada ameaça que a quadrilha sofrer. Assim foi no impeachment da Dilma e assim será na prisão do Nine. Estes gangster são profissionais do crime e tem muita cede por poder e dinheiro.

  • GCChaves -

    Esse Gilmar Mendes tem que explicar o que quis dizer o Ministro Barroso, por ocasião daquela discussão acalorada no plenário do STF do dia 22/03, quando disse: "....VOSSA EXCELÊNCIA ...NÃO TEM PATRIOTISMO; ESTÁ SEMPRE ATRÁS DE INTERESSE QUE NÃO É O DÁ JUSTIÇA; UMA COISA HORROROSA; UMA VERGONHA; ....". E aí sr. Gilmar Mendes, qual é esse interesse? O Brasil patriota quer saber!!!

  • Marco -

    Dois tipos de justiça no Brasil. A antiga, arcaica, retrógrada, que produz feitos como o de ontem, e da qual ninguém aguenta mais, e a JUSTIÇA representada por juízes modernos, que estão em acordo com o seu tempo, rápida, eficiente e sobretudo JUSTA...a justiça de Curitiba, que todo o Brasil quer, e a justiça de palavrório e recursos intermináveis, onde os grandes criminosos nunca são punidos...

Ler 129 comentários