Segunda Turma libera depoimentos de testemunhas de Garotinho

A Segunda Turma do STF atendeu hoje a um pedido da defesa de Anthony e Rosinha Garotinho e garantiu a oitiva de testemunhas chamadas pelo casal de ex-governadores do Rio.

Garotinho e Rosinha são réus em um processo que investiga crimes de corrupção, participação em organização criminosa e falsidade na prestação de contas eleitorais.

Os advogados do casal disseram ter solicitado o depoimento de três procuradores da República no Rio, mas as oitivas foram negadas pelo juiz eleitoral Glaucenir de Oliveira, de Campos dos Goytacazes, onde o processo tramita.

A alegação era que a decisão do juiz de primeira instância havia cerceado o direito de defesa dos réus.

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. pena de morte para a corrupção ativa e passiva. INTERVENÇÃO MILITAR NO STF JÁ…. QUE A INTERVENÇÃO MILITAR CRIE O TRIBUNAL DO POVO PARA JULGAR ESTES CORRUPTOS ATIVOS E PASSIVOS EM UMA SÓ UNICA INSTANCIA R QUE SE CUMPRA IMEDIATAMENTE A DECISÃO SOBERANA OD TRIBUAL DO POVO.

Ler mais 2 comentários
  1. pena de morte para a corrupção ativa e passiva. INTERVENÇÃO MILITAR NO STF JÁ…. QUE A INTERVENÇÃO MILITAR CRIE O TRIBUNAL DO POVO PARA JULGAR ESTES CORRUPTOS ATIVOS E PASSIVOS EM UMA SÓ UNICA INSTANCIA R QUE SE CUMPRA IMEDIATAMENTE A DECISÃO SOBERANA OD TRIBUAL DO POVO.