Segunda Turma do STF retira de Moro mais trechos de delações que citam Lula

A Segunda Turma do STF decidiu hoje retirar de Sergio Moro e transferir para a Justiça Federal em Brasília novos trechos de depoimentos da Odebrecht que citam Lula, registra o G1.

Trata-se de depoimentos sobre a relação da empreiteira com o presidiário. Para a Segunda Turma, não há conexão com fatos apurados na Petrobras e, portanto, na Operação Lava Jato.

Assim como ocorreu em abril, a medida não retira nenhum processo de Moro e não impede que ele peça compartilhamento de informações enviadas a Brasília.

A decisão da Segunda Turma foi por 3 votos a 1, e é fácil para o leitor de O Antagonista adivinhar como esse placar foi composto.

(Você acertou, leitor: Dias Toffoli, Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski foram os 3, e Edson Fachin ficou sozinho no 1. Celso de Mello não compareceu.)

Comentários

  • jaque -

    OU seja:lulopetismo e STF são duas faces da mesma quadrilha.

  • Fernando -

    Moro sabe o que faz, os bandidos do STF acham que vão derrubá-lo, mas o juiz da Lava Jato joga xadrez.

  • o -

    Pra que serve o trabalho dos advogados de defesa da Orcrim, se já existe a "defesa" da Segunda Turma do Supremo?

Ler 48 comentários