Segunda Turma volta a analisar denúncia contra o 'quadrilhão do PP'

Segunda Turma volta a analisar denúncia contra o quadrilhão do PP
Foto: Fellipe Sampaio/SCO/STF

A Segunda Turma do STF começou há pouco a analisar a denúncia contra o “quadrilhão do PP”, formado, segundo a PGR, pelo presidente da Câmara, Arthur Lira, pelo senador Ciro Nogueira, pelo deputado Aguinaldo Ribeiro e pelo ex-deputado Eduardo da Fonte.

Em junho de 2019, a Segunda Turma do STF aceitou denúncia para torná-los réus por organização criminosa. Mas todos recorreram e agora o colegiado volta a analisar a acusação.

Como mostramos mais cedo, o voto decisivo será de Kassio Marques, apadrinhado de Ciro Nogueira.

Em 2019, Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski votaram pelo arquivamento, mas foram vencidos, à época, por Edson Fachin, Cármen Lúcia e Celso de Mello.

Leia mais: Enquanto Brasília faz tudo errado, a Crusoé continuará fazendo o certo: fiscalizando o poder.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO