Segundo Palocci, Lula sabia que doação da Odebrecht era uma 'retribuição'

Segundo Palocci, Lula sabia que doação da Odebrecht era uma retribuição
Foto: Adriano Machado

Na nova denúncia contra Lula por lavagem de dinheiro, a força-tarefa do Paraná destaca que, segundo Antonio Palocci, partiu do ex-presidente o pedido a Marcelo Odebrecht para doar R$ 4 milhões para o Instituto Lula.

E que ele sabia que o dinheiro era uma “retribuição de todos os auxílios feitos à Odebrecht pelo governo até 2010, decorrentes de contratos com a Petrobras, Eletrobras, Belo Monte, dentre outros”.

“O colaborador ANTONIO PALOCCI confirmou que foi solicitada pelo ex-Presidente LULA uma doação de R$ 4 milhões ao INSTITUTO LULA no final de 2013. Afirmou, ainda, que LULA tinha conhecimento de que o montante seria descontado da planilha ora conhecida como ‘Programa Especial Italiano’. Destacou que LULA conhecia a ‘Planilha Italiano’ como a ‘conta’ que era mantida com MARCELO ODEBRECHT. Asseverou, em acréscimo, que tanto LULA quanto PAULO OKAMOTO tinham ciência da natureza dos créditos acertados na referida planilha, ou seja, que era uma retribuição de todos os auxílios feitos à ODEBRECHT pelo governo até 2010, decorrentes de contratos com a PETROBRAS, Eletrobras, Belo Monte, dentre outros”.

Leia mais: O TROFÉU DOS INIMIGOS DA LAVA JATO
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 37 comentários
TOPO