ACESSE

"A segurança é importante para explicar o fenômeno Bolsonaro", diz diretor do Datafolha

Telegram

Diretor do Datafolha, Mauro Paulino disse ao Globo que o discurso ligado à Segurança Pública é o principal trunfo de Jair Bolsonaro e que o tema virou a marca do candidato do PSL.

“A segurança é importante para explicar o fenômeno Bolsonaro. Há um nível de medo espalhado pela população especialmente nos grandes centros, mas crescendo também no interior. Isso faz com que as propostas dele sejam vistas como soluções mais compreensíveis por determinado segmento da população.”

Comentários

  • PTralha-Folha, -

    Assaltos e mortes fora de controle nas grandes e pequenas cidades, legisladores que não respeitaram o resultado do plebiscito sobre o controle de armas, povo abandonado, só passam leis que protegem eles mesmos e outros bandidos. Um país onde ninguém obedece regras, nem leis ou têm deveres. O paraíso dos bailes funk, de traficantes desfilando com fuzis, da cracolândia, dos direitos dos “manos”, da inversão de valores e da ptaria. Descobriu o Brasil, esse diretor do PTralha-Folha.

  • GATO -

    Como candidato prestou continência à bandeira americana, como presidente vai arriar as calças e empinar o bumbum para os americanos.

  • O -

    A Violência e o medo foram PLANTADOS. FOI proposital para deprimir e estressar os cidadãos para a tomada de uma ditadura de esquerda. Tudo foi PROPOSITAL e as ONGS estrangeiras de SROS, trazidas por Fernando Henrique Cardoso, amigo de Soros da Open society cuja sede é no RJ em BOtafogo/ Glória, implementa as pautas das noticias de imprensa e comentários dos ativistas das ongs que escrevem para jornal. Atualmente estão plantando matérias para destruir Bolsonaro como fizeram lá fora e aqui TBm, detonando TRUMP. O dia td, td dia, só fazem isso, querendo recuperar o CONTROLE e o DOMINIO sobre o modo de pensar e escolher , dos cidadãos. São DITADORES DA PALAVRA E DO COMPORTAMENTO com seus CAGA REGRAS politicamente corretos censuradores do livre pensar; uma indução á pensar o que eles querem.

Ler 162 comentários