Segurança pública como pauta positiva

À espera de um acordo — que não veio — para votar a PEC do distritão e do fundão ontem, Rodrigo Maia sentou-se no centro do plenário da Câmara e teve uma longa conversa com o deputado Alberto Fraga, também do DEM.

O Antagonista soube que os dois trocaram ideias sobre o que fazer passada “a tormenta da reforma política”. Chegaram à conclusão de que acelerar projetos de segurança pública poderá ser uma alternativa para “melhorar a imagem da Câmara”.

A “pauta positiva” viria da tramitação de projetos como os que elencamos AQUI, incluindo fim do saidão, fim das visitas íntimas e fim do auxílio-reclusão.

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. B Coimbra disse:

    Até ontem estes dois (e muitos outros) eram, no mínimo, coniventes com todos os benefícios concedidos a delinquentes e faziam cara de paisagem para a inversao de valores instituída pela mentalidade revolucionária vigente neste país desde os tempos de FHC.

Ler comentários
  1. Wilson Ferreira disse:

    Não ao distritão. Não ao bolsa eleição. Não a reforma política Petralha. Não ao fundão.