Segurança reforçada nas entrevistas coletivas

O GSI fez os jornalistas passarem por scanner e detector de metais para participarem da entrevista coletiva com Onyx Lorenzoni, agora há pouco, relata Igor Gadelha em Crusoé.

Geralmente, as coletivas eram feitas na saída do gabinete de transição.

Leia:

Segurança reforçada também nas coletivas

Comentários

  • Jackson -

    A Segurança desse governo deve ser mais efetiva e realmente fechar mais esses espaços. Todos são suspeitos até que se prove o contrário. Podem ter assassinos infiltrados em qualquer lugar.

  • Adriano -

    Muito bem. Já estava ficando com gastura de ver aquela gente toda perto do Bolsonaro...

  • Petronilo -

    NInguém quer pagar para ver, como fez Bolsonaro. Se Bolsonaro estivesse de colete não teria sido atingido

Ler 24 comentários