Seguros da Sete Brasil também têm problemas

Cada vez mais enrolada na Lava Jato, a Sete Brasil denunciou ao Ministério Público irregularidades nos contratos de seguro de suas sondas de exploração de petróleo. O Financista teve acesso à denúncia, um documento de 31 páginas. A empresa apura problemas em 16 contratos, cuja cobertura chega a US$ 22,2 bilhões. Além de supostos atravessadores, como Marcelo Vicentini, tido como “inexperiente” para intermediar apólices desse porte, a Sete Brasil apontou o pagamento de taxas de corretagem “muito superior” às normais.

Faça o primeiro comentário