Seis semanas sem Câmara

Seis semanas sem Câmara
Foto: Adriano Machado/Crusoé

Com a sessão de ontem para votar a medida provisória que autoriza o Incra a prorrogar contratos de funcionários até julho de 2023, a Câmara encerrou um período de seis semanas sem aprovar nenhuma proposta.

Como temos mostrado, está tudo obstruído na Casa.

A oposição obstrui as sessões para forçar Rodrigo Maia a pautar a MP que prorrogou o auxílio emergencial até dezembro, em um tentativa de aumentar o valor de R$ 300 para R$ 600.

Já o Centrão não leva os deputados para o plenário por causa da briga pela presidência da Comissão Mista de Orçamento (CMO). O grupo ligado a Rodrigo Maia tenta manter o acordo e colocar Elmar Nascimento (DEM) no cargo. Por outro lado, Arthur Lira quer Flávia Arruda (PL) na presidência.

Leia mais: A revista que fiscaliza TODOS os poderes e conta com os melhores colunistas do Brasil.
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 21 comentários
TOPO