Sem Celso no STF, Jucá e Raupp tentam escapar da Lava Jato

Sem Celso no STF, Jucá e Raupp tentam escapar da Lava Jato

Ainda sem Celso de Mello, a Segunda Turma do STF julga amanhã um recurso dos ex-senadores Romero Jucá e Valdir Raupp, do MDB, para tirar da 13ª Vara Federal de Curitiba uma denúncia contra eles por corrupção e lavagem de dinheiro.

Jucá é acusado é acusado de receber  R$ 1,3 milhão da NM Engenharia por contratos na Transpetro. Já Raupp foi denunciado por  R$ 1 milhão que recebeu da Odebrecht Ambiental, também em troca de contratos na subsidiária da Petrobras.

Os dois querem que o caso seja remetido para  Brasília, simplesmente porque trabalhavam na capital federal como senadores. A PGR afirmou que o caso deve ir para a Lava Jato no Paraná porque o esquema de corrupção na Transpetro foi o mesmo da empresa-mãe Petrobras.

Como a turma ainda está sem Celso de Mello (ainda de licença médica), um eventual empate, com Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski, de um lado, e Edson Fachin e Cármen Lúcia, de outro, beneficiará os antigos caciques do MDB.

Leia mais: Foro privilegiado: o STF dividido de novo
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 35 comentários
TOPO