Sem celular nas audiências com Bolsonaro

Os visitantes que têm audiência com Jair Bolsonaro são obrigados a ingressar no gabinete presidencial sem seus celulares, informa a Época.

A medida foi adotada por Michel Temer, e Bolsonaro a manteve. Os aparelhos têm de ser deixados em uma caixa antes da entrada no gabinete.

Será que o governo está no caminho certo? LEIA AQUI

Temas relacionados:

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler mais 84 comentários
  1. Principalmente se for reportes, acabou a época que essa categoria tinha princípios, hoje são todos covardes vendem até a mãe (dos outros) por um furo denegrindo alguém. FEZ MUITO BEM.

    1. Melhor aqui do que na folha. Isso ajuda a pagar os custos do site, hospedagem e pessoas envolvidas, não? Além de termos este espaço para quebrar o pau democraticamente.

  2. Corretíssimo! É muito fácil colocar uma fala solta dentro de um contexto diferente, criar ruídos (o falso “trecho inaudível”) e então comprometer o presidente. Michel Temer que o diga, né?

    1. Até na Casa Branca é assim. Só aqui que temos que acreditar cegamente. Esperando ser chamado de petista, etc…

  3. A medida é correta, já que qualquer parabéns de Bolsonaro, vira pecado mortal! Transparência não quer dizer falta de segurança. O resultado das reuniões do podem ser divulgados depois!

    1. Eurípedes, para ser um verdadeiro eleitor de bolsonaro tem que ajoelhar? Dá as dicas aí se vc fica de quatro ou já cai de língua no coturno.

    2. Você é tão verdadeiro eleitor de Bolsonaro quanto uma nota de R$3,00. Chorem perdedores adoradores de bandidos!

    3. Cuidado com a imprensa, isso acontece em qualquer repartição pública importante, pois faz parte dos trâmites burocráticos da segurança orgânica.

    4. Bolso acho que tem 13 imoveis distribuído entre parentes… se procurar bem tem rolo ai. Trambiqueiro de primeira linha.

    1. Se quiser burlar o procedimento é muito fácil, basta ter dois celulares. Agora se desejar continuar financiando outros países é contigo meu camarada.

    1. Calma Thiago, vc não foi burro. Era ele ou Haddad. Outra coisa. Muita coisa que muitos de nós queremos, ele não pode falar, precisa fazer de surpresa…