“Sem Medo” da Odebrecht

Michel Temer – codinome “Sem Medo” – se prepara para sobreviver aos depoimentos da Odebrecht.

“Como até o fim do ano serão vazados anexos, sem provas, ministros irão se blindar com o argumento de que ninguém pode ser condenado por delações citando supostos fatos ainda não provados”, diz a coluna Radar, da Veja.

“Na visão do governo, coisas mais sérias, como inquéritos e denúncias só devem começar a aparecer no meio do ano que vem”.

Até lá, o Congresso Nacional já terá aprovado leis para anistiar os criminosos.