Sem medo do ridículo

Os advogados de Lula disseram ao STF que o sítio em Atibaia foi oferecido a Lula por seu amigo Jacó Bittar.

Quando Jacó Bittar adoeceu, seu filho, Fernando, assumiu o negócio, mas como ele não tinha recursos suficientes, “convidou seu sócio, Jonas Suassuna, a participar da compra, o que foi feito”.

E já que estava dando de presente um sítio de um milhão de reais a Lula, Jonas Suassuna aproveitou também para dar de presente um apartamento de seis milhões de reais a Lulinha.

Só Rosa Weber pode acreditar nessa história bisonha.

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200