Sem piedade de Cerveró

O Ministério Público denunciou Nestor Cerveró pelos crimes de formação de quadrilha e lavagem de dinheiro.

Segundo a nota divulgada pelos procuradores, ele “é acusado de utilizar o cargo de diretor na estatal para favorecer contratações de empreiteiras mediante o pagamento de propina”.

Os tucanos devem estar apiedados, mas os jacobinos comemoram e se despedem de Cerveró dedicando-lhe uma imagem grotesca que ficará eternamente estampada na mente dos leitores de O Antagonista.

Sem piedade

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200