"Sempre fui uma serva de Deus", diz Flordelis

“Sempre fui uma serva de Deus”, diz Flordelis

Em sua primeira postagem nas redes sociais desde que foi denunciada como mandante do assassinato do marido, o pastor Anderson do Carmo, a deputada federal Flordelis disse estar sem “qualquer chance de defesa”.

“Estou sendo condenada, sem nem ter direito a julgamento.”

No texto publicado em seu Instagram, ela nega que tenha mandado matar o marido:

“Eu não tenho o que esconder, eu não mandei matar o meu marido. Se alguém perdeu com a morte dele, fui eu, ele era tudo pra mim, meu companheiro que me ajudava e me guiava, inclusive em todos os aspectos práticos da vida.”

Flordelis ainda afirma que sempre foi “uma serva de Deus” e que “a verdade vai prevalecer”.

“Olhem para a minha trajetória até agora, não há nada do que possam me acusar, sempre fui uma serva de Deus, vivendo o caminho que Ele traçou para mim. Antes de me sentenciarem, me deem o direito de defesa. Eu sei que a verdade vai prevalecer.”

Ontem, como noticiamos, a Mesa Diretora da Câmara iniciou o processo que pode levar à cassação da deputada.

Leia mais: OS R$ 42 MILHÕES DO ADVOGADO DE BOLSONARO
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 63 comentários
TOPO