SENADO APROVA REPATRIAÇÃO SEM PARENTES

O plenário do Senado aprovou há pouco o projeto que reabre o prazo para a repatriação de recursos não declarados. O substitutivo de Romero Jucá, que beneficiava cônjuges e parentes, foi aprovado por 47 votos contra 11.

A oposição, porém, conseguiu aprovar logo em seguida uma emenda que vetou o benefício. O texto, que vai para a Câmara, estabelece que 46% do que for arrecadado com o pagamento de multa e Imposto de Renda será distribuído entre Estados e municípios.