Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Senado autoriza volta da propaganda partidária na TV (com nosso dinheiro)

Pela proposta que será analisada pela Câmara, as publicidades serão custeadas com aumento dos recursos repassados ao Fundo Partidário
Senado autoriza volta da propaganda partidária na TV (com nosso dinheiro)
Foto: Adriano Machado/Crusoé

Ontem, tarde da noite, os senadores aprovaram a retomada das propagandas partidárias em rádio e televisão, aprovando um substitutivo apresentado por dois senadores do PL de Valdemar Costa Neto: Jorginho Melo (SC) e Wellington Fagundes (MT).

O texto será analisado na Câmara.

A ideia original previa a volta da propaganda partidária gratuita, tal qual existia até 2018. Mas o relator, senador Carlos Portinho (SC), também do PL, apresentou a sugestão de estipular pagamento pela divulgação partidária, custeada com aumento dos recursos repassados pela União ao Fundo Partidário.

O senador Izalci Lucas, líder do PSDB, reagiu assim:

“Quando se acabou com o apoio empresarial às campanhas eleitorais, pediu-se o recurso público, pediu-se a verba eleitoral, o fundo eleitoral em troca da propaganda na televisão. E, agora, por menor que seja o espaço a ser ocupado, volta-se a querer a propaganda eleitoral na mídia, mas sem abrir mão do fundo eleitoral. Então, quer-se tudo. Isso é abusar do contribuinte.”

Na mesma sessão, os senadores aprovaram uma Proposta de Emenda à Constituição para estabelecer em 30%, no mínimo, o montante do fundo de financiamento de campanha e da parcela do fundo partidário destinada a campanhas eleitorais femininas em eleições proporcionais. O autor do texto original é o senador Carlos Fávaro (PSD). O relator foi Nelsinho Trad (PSD).

Também passou um projeto que determina uma porcentagem mínima para mulheres de cadeiras na Câmara, nas assembleias legislativas, na Câmara Legislativa e nas câmaras de vereadores. O autor do texto original é o senador Angelo Coronel (PSD). O relator foi Fávaro.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO