ACESSE

SENADO CONCLUI VOTAÇÃO DA PREVIDÊNCIA COM 'JABUTI' DO PT

Telegram

O Senado concluiu a votação dos destaques à reforma da Previdência, que agora segue para promulgação.

Após acordo, o plenário aprovou o destaque de Paulo Paim que prevê aposentadoria especial a trabalhadores em atividades que trazem risco à saúde. Mas um acordo retirou do texto o termo “periculosidade” – justamente para ser menos restritivo.

O INSS não reconhece aposentadoria especial por periculosidade, mas algumas categorias de trabalhadores obtêm o benefício na Justiça, por meio de laudos técnicos.

O governo se comprometeu, porém, a apresentar projeto de lei complementar para definir quais classes de trabalhadores terão direito a esse tipo de aposentadoria especial. Rogério Marinho garante que não haverá impacto negativo na conta total de R$ 800 bilhões.

Será?

Bolsonaro e Toffoli: uma aliança de conveniência em Brasilia. CONFIRA

Comentários

  • Joelson -

    O estado é um intruso na grande maioria das relações de trabalho. Melhor seria se cuidasse dos meios de qualificação da população economicamente ativa para aumento da produtividade e cidadania. Triste

  • Carlos -

    Se vem do Paulo Paim é ruim pro país.

  • Joelson -

    Os comunistas são perversos na cruzada insana contra a liberdade e contra o mercado. Adoram o estatismo e a igualdade na miséria. O capitalismo já estabeleceu uma enorme contribuição para a humanidade

Ler 73 comentários