Senado reserva 3,6 milhões de reais para auxílio-mudança

O Estadão noticia que só sete dos 81 senadores abdicaram de receber, até o momento, os R$ 33,7 mil de auxílio-mudança pagos no início e no término do mandato.

Para bancar o benefício, a Casa reservou R$ 3,6 milhões, dos quais metade vai para os que estão de saída. Os que se reelegeram, pontua o jornal, recebem o valor duplicado.

“Os senadores Ana Amélia (PP), Eduardo Braga (MDB), Randolfe Rodrigues (Rede) e Paulo Paim (PT) abriram mão da ajuda de custo do fim do período.

Já Major Olímpio (PSL), Mara Gabrilli (PSDB), Oriovisto Guimarães (Pode) e novamente Eduardo Braga recusaram o montante para o começo dos trabalhos.”

Comentários

  • Beth -

    que bela festa com o nosso dinheiro..... Isto é uma vergonha!!!

  • José -

    Breve justiça, senado , câmara terão auxílio jontex.

  • Icnox -

    Dinheiro que poderia estar indo pra Saúde... mas pra que né. A Saúde do Brasil é de primeiro mundo...

Ler 35 comentários