Senado tem a maior fragmentação da história

A eleição de 2018 produziu a maior fragmentação partidária da história do Senado.

A partir do ano que vem, a Casa abrigará 21 legendas.

Para se ter uma ideia, quando Fernando Henrique Cardoso assumiu a Presidência da República, havia 10 partidos no Senado. Em 2003, ano em que Lula tomou posse no Planalto, eram 9 as siglas no Legislativo.

Você sabe de tudo o que os petistas estão fazendo para eleger o poste e libertar Lula? Confira AQUI

Temas relacionados:

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler mais 12 comentários
  1. Vai ter senador que acumulando função de líder dele mesmo! Que palhaçada! 3 partidos, talvez no máximo 4 ja representam o Pais, ate mesmo os criminosos da esquerda corrupta e assassina.

  2. As facções tradicionais do crime oficial roubaram tanto que alertou a população. O congresso, com certeza, será melhor do que esse agrupamento de filhos da puta que foi nesses últimos 20 anos.

  3. Bom. Se somarmos a isso o fato de que Jair Bolsonaro 17, eleito, diminuirá a máquina, e descentralizará recursos financeiros, teremos a primeira governabilidade anti-fisiológica em décadas.

  4. Muitas mudanças nestas eleiçoes,temos que analizar melhor mas uma coisa e certa,grandes caciques politicos cairam e muitos fisiologistas foram dispensados.O resultado tirando as fraudes foi POSITIVO