Senado tira do Refis perdão às dívidas de entidades religiosas

O plenário do Senado acaba de retirar do texto da MP do Refis o perdão às dívidas tributárias de entidades religiosas e as mudanças nas normas do Carf (Conselho de Administração de Recursos Fiscais).

Segundo o Globo, “os trechos foram impugnados do texto por terem sido considerados, pelo plenário, ‘matérias estranhas’ à MP e, por isso, não será necessário que a medida volte à Câmara.”

Ao que parece, as mudanças que beneficiam as empresas do relator Ataídes Oliveira continuam lá.

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. Ler mais 7 comentários
    1. Ai ai ai, a hora não chega, tá demorando muito, mas acredito que vai chegar, mais rápido que suponho. Eu tenho certeza que não tem mais jeito de consertar o país, que não seja pela intervenção militar, é o que eu espero e congratulo-me em que isso aconteça o mais breve possível.

    Os comentários para essa notícia foram encerrados.