ACESSE

Senador diz que WhatsApp consegue combater 'comportamento inautêntico'

Telegram

O senador Alessandro Vieira (Cidadania) apresentou requerimento pedindo que o WhatsApp forneça os dados de 10 contas do PT bloqueadas pelo aplicativo nos últimos dias.

O bloqueio, como noticiamos, foi feito em razão de disparos em massa e denúncias de spam político — ações proibidas pela plataforma.

“O requerimento de informação visa jogar luz às características das contas identificadas com condutas abusivas de disparos em massa ou automatizadas, seus administradores, a quantidade de pessoa alcançada e às ferramentas utilizadas pela plataforma na identificação âmbito de seus serviços”, diz o parlamentar no requerimento — leia aqui a íntegra.

O senador aproveita o episódio para afirmar, ainda no requerimento, que o bloqueio das contas do PT “comprova que a empresa tem, à sua disposição, ferramentas que possibilitam o combate a comportamento inautêntico”.

“A operação realizada pelo WhatsApp comprova que a empresa tem, à sua disposição, ferramentas que possibilitam o combate a comportamento inautêntico, disparo em massa ou automatizada em seus serviços e que podem contribuir para um ambiente mais plural e democrático.”

Vieira é autor do polêmico projeto das fake news, que foi bastante modificado no Senado e agora tramita na Câmara.

Leia mais: Exclusivo: a casa secreta de Brasília

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 9 comentários