ACESSE

Senador cobra explicações de Mendonça sobre ato que revoga elementos de identificação de armas

Telegram

O ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça, como noticiamos mais cedo, revogou a exigência de elementos de identificação sigilosos nas armas a serem usadas pela Força Nacional.

O senador Alessandro Vieira (Cidadania) enviou um ofício ao ministro, cobrando explicações.

No documento — ao qual O Antagonista teve acesso –, o parlamentar faz duas perguntas:

“1. Qual a justificativa para a revogação de dispositivos que previam elementos de identificação sigilosos nas armas utilizadas pela Força Nacional?

2. Qual o impacto da determinação, considerando-se a quantidade total de armas à disposição da Força Nacional?”

Ao site, Vieira justificou assim seu pedido de informações ao governo:

“Não é a primeira ação do governo para suprimir ou reduzir as condições de rastreabilidade de armas e munições. Isso é grave e contrário aos interesses da Segurança Pública. Aguardo os esclarecimentos.”

Como noticiamos, em 14 de julho o Ministério da Justiça publicou portaria que definiu o tipo da arma de porte semiautomática e o seu calibre, com uma série de exigências técnicas. Na portaria publicada nesta quinta-feira, Mendonça revogou todas essas exigências.

Leia mais: Diogo Mainardi: 'Em vez de derrubar Bolsonaro, Gilmar Mendes vai domá-lo e cavalgá-lo até 2022'

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 18 comentários