ACESSE

Senador da Rede contesta pedido de blindagem de Greenwald

Telegram

Flávio Arns, um dos senadores da Rede, divulgou nota contra o pedido do partido para que o Supremo impeça qualquer investigação sobre Glenn Greenwald.

Leia abaixo a íntegra da nota do senador paranaense:

“Manifesto minha total discordância em relação à ação movida pela Rede Sustentabilidade junto ao STF no sentido de impedir qualquer investigação sobre o jornalista Glenn Greenwald, do site The Intercept Brasil.

As mensagens divulgadas pelo site são produto de um ataque criminoso que deve ser rigorosamente investigado e punido. Qualquer possível relação entre este crime e a conduta do jornalista deve, sim, ser objeto de investigação.

Concordo integralmente com o ministro Sergio Moro, que aponta a existência [de] um grupo criminoso criado para atacar a operação Lava-Jato com o objetivo de invalidar condenações, prejudicar investigações em curso e atacar as instituições.

Novamente, ressalto meu irrestrito apoio à força-tarefa da Lava-Jato, ao ministro Sergio Moro e ao procurador Deltan Dallagnol. Eles escreveram uma nova página em nossa história, mostrando que é possível romper com o padrão de impunidade que sempre vigorou em nosso país.”

O Antagonista é contra qualquer tipo de censura. À imprensa.

"Nunca fomos - e nunca seremos - porta-voz dos criminosos." LEIA AQUI

Comentários

  • ADONIS -

    Estou surpreso! As divergências existem nas esquerdas? Pensava que só existiam dois grupos, os idiotas completos e os completos idiotas.

  • Antônio -

    Onde está Marina Silva, que dava "pitos" em Bolsonaro nos debates eleitorais? Esquerda canalha, toda aliada na defesa do criminoso Lula e dos corruptos.

  • Yára -

    Este é o nosso Senador do Paraná, pessoa acima de qualquer suspeita que sempre mereceu nosso aplauso! Parabéns Flávio Arns

Ler 166 comentários