Senador diz que Pacheco, se eleito, terá "dívida de gratidão" com Alcolumbre e Bolsonaro

Senador diz que Pacheco, se eleito, terá “dívida de gratidão” com Alcolumbre e Bolsonaro
Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

O senador Oriovisto Guimarães (Podemos) enviou a O Antagonista um texto em que justifica seu apoio à colega Simone Tebet (MDB) para a presidência do Senado.

“Rodrigo Pacheco, inquestionavelmente, se chegar à presidência do Senado, terá que compatibilizar os compromissos de sua pauta como candidato com a dívida de gratidão que terá com Davi Alcolumbre e com o presidente Jair Bolsonaro”, compara o senador do Paraná.

“Todos sabemos que, sem o apoio de Davi, ele não seria sequer candidato.”

Oriovisto acrescenta que, “no meio da tempestade, precisamos de comando independente, com credibilidade e força”.

“A independência do parlamento brasileiro, nos próximos dois anos, será vital para que o Brasil encontre seu caminho e que nossa democracia seja preservada.”

Leia mais: Assine a Crusoé, a revista que não tem medo de apontar os verdadeiros culpados pelas mazelas brasileiras.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO