Senador diz que projeto para liberar cassinos é "o crime reagindo"

Senador diz que projeto para liberar cassinos é “o crime reagindo”
Foto: Geraldo Magela/Agência Senado

Como noticiamos, o senador Irajá (PSD) apresentou, em meio à pandemia da Covid-19, um projeto de lei para autorizar cassinos no Brasil.

A proposta vinha sendo costurada nos bastidores há meses, com o aval do governo Bolsonaro, representado no debate pelo senador Flávio e pelo ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio.

Leia mais sobre o assunto aqui e aqui.

Para o senador Eduardo Girão (Podemos), está claro que a apresentação do projeto é consequência da viagem que Irajá e Flávio fizeram aos Estados Unidos em janeiro deste ano, com tudo bancado pelo Senado. Em “missão oficial”, conforme O Antagonista revelou à época, eles passaram oito dias em Miami e em Las Vegas, justamente tratando da possibilidade de legalizar os cassinos no Brasil, com o apoio do governo federal. A comitiva também contou com o deputado Hélio Lopes, do Rio de Janeiro.

A agenda do grupo incluiu uma reunião com o presidente do Las Vegas Sand Coorporation, Sheldon Adelson, o maior doador da campanha de Donald Trump em 2016. Eles também estiveram com o empresário salvadorenho Mario Guardado, diretor de cassinos em Las Vegas, que entregou a real agenda do encontro.

Girão teme que uma possível liberação dos cassinos no Brasil prejudique ainda mais o combate à lavagem de dinheiro, por exemplo.

Assista aqui ao nosso vídeo sobre o tema. E leia aqui uma reportagem da Crusoé.

“Está tudo combinado: a Lava Jato tentando apertar o cerco à lavagem de dinheiro e o crime reagindo em favor do caixa dois e dos interesses de conglomerados internacionais da jogatina, que também vicia e destrói família inteiras.”

Durante a campanha, o então candidato Jair Bolsonaro dizia que os cassinos serviam para “lavar dinheiro” e “destruir as famílias” — leia aqui. A bancada evangélica e a ministra Damares Alves são veementemente contra os jogos.

Assista aqui ao nosso vídeo sobre o tema. E leia aqui uma reportagem da Crusoé.

Leia mais: Um dos principais ex-aliados de Bolsonaro apresenta as 3 razões do rompimento com o presidente
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 35 comentários
TOPO