Senador eleito diz que será preciso enfrentar os temas ‘sem histerismo’

O senador eleito Veneziano Vital do Rêgo, do PSB da Paraíba, disse a O Antagonista que já conversou com pré-candidatos à presidência do Senado, como Renan Calheiros e Tasso Jereissati, mas que vai esperar a reunião do bloco ao qual vai pertencer, no próximo dia 25, para discutir o assunto.

“A gente precisa reunificar este país, deixando de lado intransigências e revanchismos, enfrentando as pautas de maneira equilibrada e amadurecida, sem histerismo”, disse ele.

Com discurso semelhante ao de Cid Gomes, de que é preciso “romper com o maniqueísmo”, Veneziano defende que não se pode personificar o debate no Senado.

“Não estou falando de ninguém especificamente. Estou falando de maneira geral. O Poder Legislativo precisa estar forte, precisa ter altivez, o que não significa altivez para enfrentamento, mas, sim, altivez para fazer o seu papel.”

Será que o novo presidente se dobrará à velha política? Entenda aqui

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler mais 27 comentários
  1. O problema é que esta esquerdalha esteve no poder por 16 anos e acabou com o Brasil e nós não torcíamos contra o Brasil. Estes b.o.s.t.a.s de esquerda trabalham contra o país dar certo.

  2. No Nordeste somente confio no Tarso, com restrições é claro, mas no momento seria uma figura importante para as metas principais de 2019 do Presidente Bolsonaro: previdência e segurança

    1. Ele denunciou o Luladrão quando mudaram a lei para favorecer a TELEMAR? Ele denunciou o favor da TELEMAR para o Ronaldinho Lula da Silva? Para confiar num cara desses tem que conhecer muitooooo!

  3. Só um criminoso poderia esquecer que a prioridade da Nação é julgar os senadores investigados para que não pairam dúvidas sobre a ilegitimidade de seus atos e votos! Lugar de criminosos é na pr

  4. Então não elejam um corrupto p/ a presidência se querem tentar recuperar o nome do senado.O país está histérico sim,depois de décadas sendo estuprado pela esquerda.É hora de nos defendermos.