Senador preso votou pelo aumento do Judiciário

O STF, como registramos há pouco, negou a suspensão de pena de Acir Gurgacz.

O senador, que está preso na Papuda, podendo trabalhar durante o dia, foi ao Congresso ontem votar pelo aumento dos salários do Judiciário, com efeito cascata no funcionalismo.

A bomba-relógio que vai estourar no colo de Jair Bolsonaro. E no seu

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 29 comentários
  1. Será que existe algum outro país na galáxia com uma excrescência dessas, um preso votar influenciando o destino da nação? Acho que somente autoridades vulgares permitem tal coisa.

  2. Que vergonha meu Deus! CORRUPÇÃO MATA um PAÍS! Os três PODERES da República unidos no toma lá dá cá…Os corruptos lhes dão aumento e de volta deixa os políticos bandidos corruptores soltos.

  3. Essa excrescência de preso por corrupção trabalhar com a coisa pública só existe no Brasil. Mudançã na Legislação penal já. Quem deu o salvo pra essa coisa foi o Alexandre de Morais.

  4. Essa pocilga chamada Congresso Nacional vai sempre contra os interesses da sociedade, de quem trabalha,produz e paga impostos escorchantes para sustentar essa turma da toga! Uma imoralidade! Vergonha!

    1. Ah e o nosso judiciário se dando aumento. Merece? Por que não se aposentam todos. É outro Brasil. Os lesa-pátria tinham de ser obrigados a sair.

  5. Que fase passa nosso Brasil.Ex presidente presidiário e chefe de uma Organização Criminosa,Ex presidente da Câmara preso,Senadores cumprem prisão e mesmo assim continuam votando etc etc

  6. Quando me caírem todos os dentes e o palhaço servido pelo sistema for mais engraçado, aloprado, e oligofrênico que o atual, talvez eu coloque meu dedo cheio de artrite na urna. 😂😂😂😂

  7. Ahhhh! Tadinho… agora já pode mostrar o comprovante lá no caixa do stf e pedir cancelamento da pena…😂😂😂 Pqp! Se contar isso na Europa ninguém acredita. Se contar no Xingu… Ninguém a