Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Senadores criticam Polícia Federal por abertura de inquérito contra CPI da Covid; assista

PF investigará vazamento de documentos. Randolfe Rodrigues (Rede-AP) comparou ministro Anderson Torres a Franz Gürtner, ministro da Justiça de Adolf Hitler
Senadores criticam Polícia Federal por abertura de inquérito contra CPI da Covid; assista
Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

Senadores da CPI da Covid criticaram a Polícia Federal pela abertura de um inquérito para investigar o vazamento dos depoimentos do caso Covaxin.

Fabiano Contarato (Rede-ES) disse que o ato é “inadmissível” e representa uma tentativa de intimidação. “Temos que dar um basta nisso. Não podemos permitir isso.”

Já Randolfe Rodrigues (Rede-AP), vice-presidente da CPI da Covid, comparou o ministro da Justiça, Anderson Torres, a Franz Gürtner, ministro da Justiça de Adolf Hitler.

“Acho que o ministro da Justiça deve se chamar Anderson Torres, não Franz Gürtner. Então o senhor ministro da Justiça, no alvorecer dessa Comissão Parlamentar de Inquérito dá uma entrevista intimidando os membros dessa CPI, dizendo qual era a investigação que deveria ocorrer aqui, que deveria investigar governadores e estados. Isso equipara-se a transformar a honrosa Polícia Federal em polícia política.”

Omar Aziz (PSD-AM), presidente da CPI da Covid, lembrou da nota divulgada pelos militares para intimidá-lo depois que ele criticou os desvios cometidos por integrantes das Forças Armadas.

“Os vazamentos, antes de termos esses vídeos, já eram de conhecimento da imprensa. E até então não houve nenhuma iniciativa da Polícia Federal para investigar quem estava vazando de dentro da Polícia Federal. O presidente desta Casa será comunicado pela CPI do que está ocorrendo. Não vamos permitir.”

Assista ao momento em que os senadores criticam a Polícia Federal:

Mais notícias
TOPO