Senadores do Podemos acusam deputados do partido de "cederem ao fisiologismo"

Senadores do Podemos acusam deputados do partido de “cederem ao fisiologismo”
Foto: Congresso Nacional/Divulgação

No início desta semana, mostramos como há uma incoerência entre a atuação do Podemos na Câmara e no Senado — releia aqui.

O Antagonista apurou que essa clara falta de sintonia tem provocado uma rivalidade entre as bancadas. Senadores do partido estão incomodados com os deputados, por considerarem que os colegas da Câmara “cederam ao fisiologismo”.

Como noticiamos durante toda a campanha, no Senado o partido decidiu “manifestar apoio” a Simone Tebet, mas não houve decisão unânime; na Câmara os deputados da legenda caminharam com Arthur Lira, o candidato de Jair Bolsonaro.

“Há um racha claro”, admitiu um senador da sigla, em reservado. “Os deputados só estão focados em cargos e emendas”, emendou.

Leia mais: Enquanto Brasília faz tudo errado, a Crusoé continuará fazendo o certo: fiscalizando o poder.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO