ACESSE

Senadores não desistirão da Lava Toga: "Tem que ter coragem e não se acovardar"

Telegram

Davi Alcolumbre continuará sendo cobrado em 2020 a instalar a CPI da Lava Toga e a analisar os inúmeros pedidos de impeachment de ministros do STF que ele deixou apodrecer na gaveta.

“Por que não se pode investigar o Judiciário? É o único poder da República que falta ser investigado”, comentou com O Antagonista o senador Eduardo Girão (Podemos), uma das lideranças do grupo Muda, Senado, que se reunirá nos próximos dias para definir as estratégias do ano.

Girão defende que não dá mais para ficar “empurrando com a barriga” a Lava Toga.

“Temos vários indícios, documentação vasta, decisões esdrúxulas. A maior crise do Brasil é a crise moral e ética. E enfrentar essa crise passa pela CPI da Lava Toga e pela análise de pedidos de impeachment de ministros do STF. Tem que ter coragem e não se acovardar.”

O senador acredita que investigar o Judiciário seria “a redenção do país”.

Davi Alcolumbre, por enquanto, só está preocupado com a redenção de Macapá.

Comentários

  • -

    Instaurem o impedimento do Columbre prá adiantar o expediente. Ele não vai colocar a CPI do judiciário na pauta espontaneamente; seria como um escorpião picando a própria nuca.

  • Elmo -

    O BATURÉ NÃO PENSA NO POVO

  • Fátima -

    E por quê não dar início ao movimento de impeachment do Alcolumbre por prevaricação asumida?

Ler 57 comentários