Senadores pedem a Ernesto Araújo que deixe o Itamaraty

Senadores pedem a Ernesto Araújo que deixe o Itamaraty
Foto: Adriano Machado/Crusoé

Na audiência do Senado que discute as ações do Brasil para a obtenção de vacinas, Ernesto Araújo está sendo alvo —ao vivo— de pedidos de senadores para que ele renuncie à chefia do Itamaraty.

“Pede para sair”, disse a tucana Mara Gabrilli. “Pelos brasileiros, renuncie ao ministério”, pediu o também tucano Tasso Jereissati.  “O senhor está no lugar errado. Vá para um ministério ideológico”, afirmou a emedebista Simone Tebet.

E Katia Abreu, do Progressistas, que é da base do governo: “Sinceramente, o senhor acha que tem condição de permanecer à frente do Itamaraty, conduzindo a nossa política externa nesse momento tão delicado?”.

“Eu acredito que a essa altura, o senhor não teria condições de ser ministro, nem no Afeganistão, nem na República Centro-Africana, nem no Reino de Tonga. O senhor não tem condições de ser ministro. Renuncie a esse cargo. Peça para sair”, disse também Randolfe Rodrigues (Rede-AP)

Mais cedo, conforme publicamos, Jorge Kajuru já havia chamado o chanceler de “office-boy de luxo”. E parece que o gesto de Filipe Martins não ajudou muito.

Leia mais: Assine a Crusoé e apoie a o jornalismo independente.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO